www.projetocordel.com.br


Colaboração dos alunos do Instituto São Marcus, em Santa Rita-PB:
Na 1a estrofe: Elinaldo, Ana Paula Teixeira,
Rafael, Ana Flávia, Crislaine, Jéssica, Milena, Clarice,
Telma e Michel. E de Jailson Henrique nas 1a, 4a e 5a estrofes.

-------------------------------------------------------


É uma escola organizada
Que tem boa estrutura,
Cujo ensino apresentado
Valorize a cultura,
Preserve a natureza,
Seja linda e sem tristeza,
Tenha vida e paz futura.

E paz agora também
Construída com um agir
Do vigia ao professor,
De um grupo que sabe ouvir
O que quer a comunidade,
Pra fazer uma sociedade
Que preze o dividir.

A escola dos meus sonhos
É uma que possa ter
Excelentes professores,
Vontade de aprender
Nos alunos todo dia
E aqui nesta poesia
O resto vou descrever:

Uma escola comprometida
Onde o esporte é educação;
Sem espaço pra vandalismo
Nem para corrupção;
Que tenha uma quadra coberta
E à comunidade aberta
Pra curso ou recreação;

Um pátio para os alunos
Brincarem e merendar
Um alimento saudável
E agradável ao paladar
Deixando o rosto risonho
Pois na escola dos meus sonhos
Lanche não pode faltar;

Desejo uma escola limpa,
Com aulas de natação,
Com uma sala de dentista,
Outra de computação,
Completo laboratório,
Um bonito auditório
Com vídeo e televisão;
-1-

Uma grande biblioteca,
Funcionários treinados
Para de fato atenderem
Sem mostrarem-se estressados.
Com parque, campo, piscina,
Uma gente que ensina
A ter bem mais que aprovados.

Como podemos vencer
Repetência e evasão
Se a escola não dispõe
De estrutura e condição
Para ao aluno oferecer
O necessário saber,
A melhor informação?

Se falta material
Didático ou de limpeza,
Se não chega a merenda
Para afastar a tristeza
Que há no rosto carente
De toda a nossa gente
Que não tem comida à mesa?

Como nossa pública escola
Vai poder oferecer
Educação de verdade
Com o mestre a perceber
Um salário miserável
Que eu bem sei que é inviável
Que mal dá para viver?

E assim ele não pode
Fazer especialização
Pois tempo é o que não tem,
Muito menos condição
De enfrentar a dureza
De arcar com as despesas
Que exigem a formação.

Solução?! É claro que existe!
O que falta é mudar
A política do sistema,
Pois é preciso atacar
O problema na raiz
E ao combater o infeliz
Tudo irá melhorar.
-2-

Pague ao professor
Mil e oitocentos reais [ISSO EM 2005, quando fiz este cordel!]
Para atuar só um expediente
E acrescento ainda mais:
Estruture a escola
Que ensine e não enrole
Que o desmantelo jaz...

Não deixe que nunca falte
A merenda escolar
Rica em nutrientes,
Boa de saborear.
Dê às famílias condições
De não viver em bolsões
E ter onde trabalhar,

Mas com um justo salário,
Não com essa mixaria
Que é o salário mínimo
Que só em pensar dá agonia!
Pra colher a gente rega,
Veja só a Noruega
Porque há paz e harmonia!?

Mude, exija, reclame
Faça o que citei a cima
Que eu quero ver existir,
A não ser na minha rima,
Marasmo, incoerência,
Evasão ou repetência
Do adulto, à menina.

Não precisa ser vidente
Nem tampouco cientista
Pra saber que a educação
Muda o ponto de vista,
Estimula a sapiência,
Transforma a consciência
Do simples ou do artista.

Basta oportunidade,
Uma devida acolhida
A quem precisa de ajuda
Pra começar a subida
Em busca da construção,
Boa comunicação
E de uma digna vida.
-3-

A escola que desejo
Faz sempre avaliação
Do método ou do sistema
Que conduzem a ação
De quem age todo dia
Buscando a harmonia
E a boa educação.

O trabalho é em equipe
Pro empecilho suplantar,
Com humildade e vontade
De servir e acertar,
Não se fala em prepotência
O que ouvimos com freqüência
É, como posso ajudar?

Valoriza-se o princípio
Que prega a inclusão.
Experimenta-se métodos
Pra ampliar a motivação,
Pratica-se a honestidade,
Luta-se por eqüidade
E contempla-se a ação.

Dirigentes orientam,
São uns colaboradores,
Não pensam só em poder.
As funções dos professores,
Pedagogos, funcionários
São as de visionários,
São de facilitadores.

A aprendizagem é contínua,
Onde se ver o difícil,
Mas existe a esperança
De que tudo é possível,
Lá existe a proposta,
Desculpa não é resposta,
Seja no fim ou no início.

Sala pra dança, teatro,
Rádio experimental,
Lousa antialérgica,
O lápis é especial,
Equipamento de som,
Retroprojetor do bom,
A tv é cultural.
-4-

Por sala, número de alunos,
Na minha opinião,
Jamais a cima de 20.
Estejam a disposição
Ambientes refrigerados
Ou senão bem ventilados,
Com data show e telão.

Que o professor trabalhe
20 horas tão somente,
Sendo 15 para as aulas
E 5 pra que ele sente
Com o grupo pra planejar
O que vai realizar
Na sua semana à frente.

Não há dinheiro que pague
O trabalho do professor
Que incentiva a plantar,
Que sabe o que planejou,
Que trabalha em sintonia
Com sua assessoria,
Que leu muito e não cansou.

A escola dos meus sonhos
É algo pra se orgulhar,
Ao professor dá status,
Não vive a utilizar
Castigo ou ameaça
Nem grito como amordaça
Visando disciplinar.

A água servida ao aluno
É filtrada ou mineral,
Não é dada a de torneira
Que a gente sabe, faz mal.
O banheiro é igualzinho
Ao de shopping, bem limpinho,
Tem papel e não jornal.

Há o cultivo de hortaliças
Num belíssimo canteiro,
Árvores por todo canto,
Regadas o tempo inteiro.
Há fardamento escolar,
Há um carro pra excursionar,
Não há espaço pra fofoqueiro.
-5-

Aulas de canto e música,
Forte Conselho Escolar,
Com Grêmio Estudantil
E podemos observar
Uma Associação
De Pais e Mestres com ação
De propor e de cobrar.

Sala de Psicologia;
Tem responsabilidade
De agir com segurança,
Com solidariedade,
Trabalha a disciplina
Como uma atitude que ensina
A pregar a seriedade.

Com a família do aluno
Tem uma próxima relação,
Analisa a repetência,
Assim como a evasão,
Recebe investimento,
Busca o alto rendimento,
Planeja a avaliação.

Realiza a cada ano
Eleição pra diretor,
Não aceita descompromisso
De qualquer um professor
E quem só pensa em faltar
Vai atuar noutro lugar,
Vai enrolar noutro setor.

Estima a democracia,
Confronta as posições,
Debate prioridades,
Elabora as intenções,
Ouve a comunidade,
Respeita a diversidade,
Avalia as decisões.

Há respeito e justiça,
Pois todos têm acesso,
Todos cumprem o horário,
A qualidade é um processo,
Há uso da intuição,
Mas a improvisação
Vive sempre em recesso.
-6-

As ações são planejadas,
Há um sistema de plantão,
Aula vaga não existe,
Todo tipo de questão
Que indisciplina gerar
A direção vai buscar
Com diálogo a solução.

Tem uma identidade,
Trabalha com autonomia,
Valoriza o dinamismo,
Bem como a parceria,
Age com a transparência
Por isso sua abrangência
Não fica na teoria.

Tem claro os objetivos
Que procura alcançar.
Recicla as estratégias
Que usa pra ensinar.
Valoriza a experiência,
O desafio é referência
Para um melhor caminhar.

Responde as necessidades
E amplia o universo
De cultura e idéias
De quem vivia disperso.
Sugere a direção
E qual a melhor ação
Para obter o progresso.

É mais que expectativa,
É uma possibilidade
Para a promoção do povo
Que valoriza a verdade,
É um belo experimento,
Dá o desenvolvimento
Das várias capacidades.

É onde o trabalhador
Tem sempre o compromisso:
Bem servir ao alunado
Cumprindo o seu serviço
Com muita seriedade
E também boa vontade
Sem jamais ser submisso.
-7-

Fazendo do seu trabalho
Um ambiente sem medo
Onde a esperança exista,
A confiança: o segredo,
Onde a aprendizagem se faz
Com um aluno capaz
De entender a luta cedo.

Onde há sempre o desejo
De hoje solucionar
O problema que é visto
Meio pra oportunizar
O crescimento pessoal
E não apenas um mal
Que só faz atrapalhar.

Onde se dá valor ao certo
E supera-se o errado
Com o diálogo franco
Não julgando o culpado
Assim, imediatamente,
Porém acertadamente
Idealizar outro estado.

É uma escola que exige
E oferece condição.
A equipe é capacitada
Até com pós-graduação.
São respeitados os direitos
O que se faz é bem feito
Em prol da educação.

Não existe a história
De feriado prolongado,
De aula dia de sábado
Ou de dia imprensado,
Mas quando greve existir,
Todos irão aderir,
Tudo ficará parado.

Esta escola pode ser
Hoje apenas utopia,
Mas em sonho eu acredito -
Ele é minha companhia -
Vai ser um processo lento,
Mas não desisto do intento,
Inda surgirá algum dia.
-8-
FIM

Francisco Diniz
João Pessoa-PB, 19 de janeiro de 2005
_________________________________________
Site: www.projetocordel.com.br
E-mail: literaturadecordel@bol.com.br