A Educação Física na Escola, cordel de Francisco Diniz e alunos da Escola São Marcus, em Santa Rita-PB.
Literatura de Cordel
www.projetocordel.com.br
Autoria:
Francisco Diniz
Este trabalho foi realizado juntamente
com os alunos do Instituto São Marcus,
em Santa Rita-Paraíba.


__________________________________

Nossa educação física
Tem esporte, tem corrida,
Tem bola, tem capoeira
E a criança é convencida
A participar das aulas
Pra melhorar a sua vida.

A gente joga e brinca,
Faz corrida e alongamento,
Grita e se diverte,
Faz gol, sem impedimento,
O professor dá instrução,
Ensina a todo momento.

O aluno só pensa em jogar,
Ganhar e se divertir,
Nunca fala em perder
Quer fazer gol e curtir,
Sofre ao se machucar
E se entristece ao sair.

Durante o ano letivo
Temos muito o que aprender:
Nos preparar pro futuro,
Para competir e viver
Sabendo que não é fácil
A tarefa de vencer.

As brincadeiras podem ser
Na quadra, sala, ou rua,
No campo ou no jardim;
Sob o sol ou sob a lua,
A gente fica animado,
Relaxado e ainda sua.
01

A aula de educação física
Pode ser teórica ou prática,
Tem corda, explicação;
No jogo usamos tática,
Treinamos basquetebol,
Dança e também ginástica.

Handebol e atletismo,
Até esporte radical
E o nosso futebol,
É atração principal
Que agrada a quase todos
Da zona urbana ou rural.

Em poucas escolas há
A benéfica natação
Pois não existe estrutura
Na rede de educação
Que possa proporcionar
Sua utilização.

Na verdade a escola
Pouco pode oferecer
Em termos de condições
Pra fazer o aluno crescer
Mas não podemos desistir
Há um mundo a se vencer.

E na Educação Física
- Mesmo sem o material
Que todo mestre precisa
Pro seu plano anual -
A aula sempre acontece
E deixa a escola noutro astral.
02

Ou seja, na pura alegria
Que é refletida no olhar
De uma criança sorrindo
Quando ela ver chegar
A tia ou o professor
E põe-se logo a perguntar:

- Hoje tem "física" ou bola?
Se for "física" eu não vou!
Eu posso brincar de pega,
Mas exercício é um horror.
E não gosto de escrever
Está certo, professor?

Ele escuta e disfarça
Pois sabe da importância
De variar atividades
E apresentar com constância
Sugestões da pré-escola
Até a mais alta instância.

No jogo de futsal
Muitas coisas aprendemos:
Passe, chute, condução,
Drible, finta, nós fazemos
Domínio e cabeceio
E muitas bolas defendemos.

Joga homem e mulher
Menino, idoso, rapaz
Mas quem chamar palavrão
Desagrada e é capaz
De ser expulso do jogo
E então não entrar mais.
03

Para se fazer o gol
É preciso de uma jogada
De ala, pivô ou central
Num cruzamento ou cabeçada
O goleiro também joga,
Defende muita bolada.

Tem atleta habilidoso
E também rebolador
Dribla e não toca a bola
Nem pedindo por favor
Ele perde muito gol
E o time é sempre sofredor.

O voleibol é um esporte
Que se joga com as mãos;
Saque, manchete, toque,
Corte, bloqueio e então
Ficamos longe da rede
Pra não cometer infração.

Há jogos na areia e quadra
Para homem e mulher
Em várias categorias
Só não joga quem não quer
No máximo em cinco sets
E usamos até o pé.

As brincadeiras na escola
São na quadra, areia ou classe
O aluno participa
Nas corridas, fazendo passe,
No toca, barra-bandeira,
E no baleado, renasce.
04

A dança é a própria vida,
Liberdade, expressão,
É história dos povos,
Arte, comunicação,
Usada durante os tempos
Com beleza e emoção...

À noite ou durante o dia
Para tudo festejar,
Pra celebrar a colheita,
Antes ou após guerrear,
Na alegria ou tristeza
É importante o dançar!

Em qualquer tipo de espaço:
Na rua, clube ou escola
Com criança, jovem e adulto
Usando bastão, fita ou bola
E até mesmo o idoso
Desloca, mexe, rebola.

O estilo já nem importa
- O que interessa é o prazer -
Moderno ou contemporâneo
Tudo é possível fazer
E até mesmo balé clássico
Quem estudar pode aprender.

Na aula brincamos também
De bola de gude, pião,
Dominó, dama, baralho,
Pipa, é certa a diversão,
E no jogo da memória
Precisamos de atenção.
05

Na brincadeira de corda
Fica uma dupla bombeando
De forma lenta ou foguinho
Um, logo fica pulando
Ou entra o tanto que quiser
Rindo, calado, cantando.

Nós estudamos também
A educação alimentar:
Evitar carne vermelha,
Doces e aquilo que há
A gordura em excesso
Pois pode prejudicar.

Nós devemos consumir:
Carne branca, vegetais -
Que são frutas e legumes,
Verduras e cereais -,
A água sempre potável,
Além de sucos naturais.

Carne branca - é peixe,
É frango e ave também -
Que se for bem preparada
A nossa saúde faz bem
Pois é alimento saudável
Muito mais que o acém.

A educação postural
É a maneira correta
De andar, sentar, dormir
Sempre com a postura reta
Não podemos esquecer
Que essa é uma mensagem certa,
06

Pois evitaremos dores
Doenças, indisposição,
Fadiga, muito cansaço,
Até dor no coração,
Escoliose, lordose,
Cifose, má respiração.

Vez em quando a gente faz
Uma avaliação
Pois o professor atento
Em sua observação
Atribui e registra a nota
Faz a classificação:

Do trabalho que é feito,
Até do comportamento,
Da aprendizagem teórica,
Da prática a todo momento
Assim todo o alunado
Passa pelo julgamento.

Quando se faz prova escrita
É proibido filar
E pra tirar boa nota
Temos muito é que estudar
Pois se a nota for ruim
Temos que recuperar.

A nota é importante,
Melhor é a aprendizagem
Que serve pra toda a vida,
Para aumentar a bagagem
Pois o estudo nos conduz
A uma longa viagem...
07

Rumo ao desconhecido,
A um destino incerto
Mas se agente procurar
O caminho que é correto,
Criaremos bom futuro,
Nossa vida vai dar certo.

Na aula há quem bagunça
E atrapalha quem quer estudar
E o professor vez em quando
Manda ele se retirar;
Quando se trata de briga
Não é possível tolerar.

Aí, chama-se os pais
Pra falar com a direção
Porque família e escola
Juntas fazem a educação
Promover o ser humano
A um verdadeiro cidadão...

Cidadão esse que precisa
Se preparar pra viver:
Ter estudo, ter trabalho
Pra melhor sobreviver
E lutar por um futuro
Sem precisar tanto sofrer.

E lutar significa
Pregar a paz, o amor,
Defender o meio ambiente,
O pobre, o trabalhador,
A saúde, a justiça,
E uma educação de valor.
08
FIM

Francisco Diniz
Santa Rita-PB, 24 de maio de 2003
_________________________________________
Site: www.projetocordel.com.br
E-mail: literaturadecordel@bol.com.br