Tributo a Jacaraú, cordel de Jocélio Coutinho e Maria Josilane.
Literatura de Cordel
www.projetocordel.com.br

Tributo a Jacaraú
Autores:
Jocélio Coutinho e Maria Josilane
Jacaraú - PB

Curso: Letras
Universidade Estadual da Paraíba
Campus III - Guarabira - PB

_________________________________________
Revisão: Francisco Diniz
Site: www.projetocordel.com.br
E-mail: literaturadecordel@bol.com.br


Peço ao Pai criador
E a Jesus, o amado filho,
A divina inspiração
Para que com muito brilho
Possa contar um pouco
Da história que há anos trilho.

(Exaltação)
Jacaraú é a mais bela
Cidade do litoral
No vale do Mamanguape
Não existe outra igual,
Povo forte e hospitaleiro
Resistente a todo mal.

Escassos são os lugares
Que têm nossas riquezas;
Nossas águas cristalinas
Poucas têm tanta beleza;
Nosso solo tão mais fértil,
Plantou, nasceu com certeza.

Jacaraú é uma estrela,
Uma terra varonil,
Por seus filhos, terra amada
Entre muitas do Brasil,
O povo é forte e bravo
Como a sua mãe gentil.
1

(Origem do nome)
Quanto ao nome não há
Certeza absoluta
Existem três opções
Para que você que escuta
Possa tirar conclusão,
Possa decidir a luta.

Teria vindo esse nome
De qual das três utopias?
Seria de um animal
Que o danado surgiria?
Seria nome de fruto?
De onde é que sairia?

Por causa dos jacarés
É a primeira opção.
Por onde você andasse
Encontrava de montão
Jacaré por todo canto,
Provocava aflição.

Por causa dos muitos frutos,
Diz a segunda utopia,
Brotados de uma árvore
Todo mundo conhecia:
Yarakatia era o nome,
Que o nosso índio dizia.
2

Por fim dizem os mais velhos:
Tão comum na região
O mamoeiro-do-mato,
Mas chegando a extinção,
Trocaram logo o nome
Como queria o povão.

(Primeiros habitantes)
Os primeiros habitantes
Foram da nação tupi:
Tabajaras, potiguaras,
Que habitaram aqui,
Porém foi o homem branco
Que os expulsou daqui.

(Origem da cidade)
Lá pelos anos sessenta(1960)
Feliz caso sucedeu
Aqui em Jacaraú
Emancipação se deu
Na vila de Mamanguape,
Nova cidade nasceu.

Joacil de Britto Pereira,
Deputado Estadual,
Na Assembléia ele agiu
Criou projeto no qual
Dava para nossa vila
Autonomia legal.
3

Foi o projeto de lei
Que "a todos agradou":
Vinte, sessenta e quatro, (Nº 2064/61)
Sessenta e um registrou,
Era 30 de janeiro,
Pedro Gondim sancionou.

(Economia)
Quanto à economia:
Castanha, milho, feijão,
O agave, a farinha,
O plantio do algodão,
São culturas principais
Para se ganhar o pão.

Cachaça e rapadura
Tinha muita sem faltar
Devido a muitos engenhos
E as terras a cultivar,
Tinha cana-de-açúcar,
Muita gente a trabalhar.

Isso foi há 30 anos,
Agora vou lhes contar
Como é a economia
Hoje em dia no lugar,
Continua o desemprego
Isso precisa mudar.
4
Pedro Moreno Gondim => Governador da Paraíba na época.

Temos na agricultura
Mandioca, milho, feijão.
Temos na fruticultura
Os plantios de mamão,
Abacaxi, acerola,
Caju e banana anão.

Tem mais manga que formiga,
Marimbondo e furão,
Tem ainda muitas outras,
Mas em menor proporção
Pitomba, jabuticaba,
Oliveira e fruta-pão.

A pecuária é destaque
Em toda a vizinhança
Pra todos que vivem dela
É motivo de esperança
Por uma vida mais digna
Com saúde e confiança.

Criadores de abelhas
Acham na apicultura
Uma boa alternativa
Para aquele que procura
Permanecer lá no sitio
Produzindo a fartura.
5

Mesmo com todo comércio
E com toda agricultura
As grandes fontes de renda
São a nossa prefeitura,
E o INSS
Que não mata, mas não cura.

(Cultura)
Quanto às manifestações
Culturais por excelência:
Violeiros repentistas
Repletos de competência.
Temos o bumba-meu-boi
Folclore de resistência.

Minha terra tem cultura,
E de boa qualidade.
Tem quadrilhas no São João
Em várias localidades,
No fim do ano, a lapinha,
Que diverte de verdade.

Na Semana Santa tem
O teatro da paixão
E milhares de pessoas
Assistem a encenação,
É um dos momentos fortes
A trazer reflexão.
6

Na cidade tem também
Uma banda marcial,
Banda Marluza de Brito,
É cultura magistral,
Livra os jovens das drogas
É um projeto legal.

(ILUSTRES - Algumas Pessoas e Profissionais)
Os seus filhos são ilustres,
Ilustres por natureza,
Têm caráter, são honestos
Digo aqui com firmeza
Não têm medo de trabalho,
Isso sim é que é proeza.

O Pedro Régis da Silva
Logo se destacaria,
Foi o primeiro prefeito
Dessa nossa sesmaria,
Homem de austeridade
E profunda valentia.

José Martinho Lisboa,
Ele é desembargador,
Presidiu o Tribunal
De Justiça com amor
E preside o eleitoral
Com destreza e destemor.
7

José Aurélio (Dias) da Cruz
É juiz na capital.
Advogados são vários,
Quer civil, quer criminal,
Cuidam de nossa justiça
Com dedicação total.

Os professores trabalham
Pela nossa educação,
Ensinando tanta coisa,
A cada dia uma lição
Merecem o maior respeito;
Não menos ilustres são:

Criadores de galinha,
Merendeira, zelador
E todo funcionário
Público merecedor,
Comerciantes, empresários,
Todos têm o seu valor.

Jacaraú teu encanto
Alegra os filhos teus,
Cidade maravilhosa
  Abençoada por Deus,
          Rara, tens grande beldade
    Acolhedora, és cidade
      Única nos sonhos meus.
8

Revisão: Francisco Diniz (83) 9927-1412 tim / 8862-8587 oi
Site: www.projetocordel.com.br
E-mail: literaturadecordel@bol.com.br