MULHER

 

 

Literatura de Cordel

 

Autor:

Armando Fernandes da Costa

Editoração e revisão: Francisco Diniz

Este cordel foi classificado em 6º. lugar no concurso
NOVOS ESCRITOS 2007 da FUNJOPE(Fundação Cultural de João Pessoa).

 

 

No começo de toda a humanidade,

Quando foi construída a natureza,

Deus fez o homem a sua imagem

Provando ao mundo sua grandeza,

Criou a mulher, que é encantamento,

A dona da ternura e da beleza.

 

A mulher na fala tem a pureza

Igualmente ao cantar de passarinho,

Ela que traz ao mundo belos sonhos,

Semeia flores onde tem espinhos.

Semelhança de fada ou feiticeira,

Enfeitiça com ternura e carinho.

 

Para tudo a mulher tem um jeitinho,

É ela que conduz à harmonia,

É rainha do lar e professora,

Sempre tem educação, simpatia,

Uma amante da paz, é caprichosa,

No império do homem é alegria.

1

 

Tem a mulher essência que irradia,

É como uma jóia que muito brilha,

Sendo ela a mãe ou nossa noiva,

Nossa sogra ou mesmo nossa filha,

Não hesito jamais em afirmar:

Não existe outra maior maravilha.

 

Na formação d´uma bela família,

O pai é homem certo e honrado,

A mãe, mulher calma e companheira,

Os filhos se surgirem são tocados

Do puro amor sincero e divino,

Pela mão do Senhor abençoado.

 

Eu me sinto até emocionado

Falando nas mães e do seu valor,

Exemplo de carinho e proteção,

Qual felina, expõe seu destemor,

Faz tudo pra ver o filho feliz,

Mãe autêntica é prova de amor.

2

 

Contemplando outro tipo de amor,

Permanentemente sou envolvido

Nos laços que trazem felicidade,

Aos braços da mulher sou atraído

Pra viver o sublime sentimento

Que dá ao meu mundo belo sentido.

 

O amor é sempre reconhecido

Percurso de Deus e o paradeiro

Do bem, da alegria e do prazer,

É o sentimento mais verdadeiro

Que a mulher muito bem sabe expressar

E isso é visto no mundo inteiro.

 

Eu não troco por jóia ou dinheiro

Minha mãe, meu tesouro, minha amada.

Por tudo mamãe eu lhe agradeço

E bem sei como ficavas cansada

Quando em casa alguém adoecia,

Passaste muitas noites acordada.

3

 

Vemos no decorrer da caminhada

Senador, prefeito se aposentar,

Morrer papa e após a eleição

Outro vir ocupar o antigo altar,

Mas se morrer a mãe, que é nossa santa,

Nunca outra assume o seu lugar.

 

É lindo demais de admirar

A beleza e encantos da mulher,

Nos seus olhos parece ter feitiço,

Seduz e conquista se ela quer,

A mulher é a deusa da ternura,

Parece ser frágil, porém não é.

 

Seja ela de classe ou da ralé,

Gata borralheira ou cinderela,

Branca, negra, parda, ruiva ou loira,

Não importa a cor ou se é bela,

Toda mulher tem um tipo de encanto

Que em certo momento se revela.

4

 

Os mistérios estão no corpo dela,

A magia é exposta no olhar,

Não existe um homem nesse mundo

Que a mulher não consiga o dominar,

Tem a voz de sereia que nos nina

E as mãos de veludo a nos tocar.

 

Com simplicidade ela está

Demonstrando o seu potencial,

Médica, jogadora e jornalista,

Juíza ou em trabalho essencial.

A mulher é símbolo da beleza,

É singela, sublime, divinal.

 

No reinado do pai celestial

A mulher é importante, tem valor,

É portal, faz surgir nossa espécie,

Do início ao fim é o próprio amor,

Ela tem esse dom de gerar a vida

Nos mistérios do Grande Criador.

5

 

A nossa mãe possui tanto valor,

Não será pelo homem calculado,

Como o dito: é primeira sem segunda,

É um ser por Deus sempre abençoado,

Merece o respeito, o carinho

E pessoas queridas ao seu lado.

 

O bom filho fica admirado

Da sua mãe e sempre agradecido

Pelo cuidado que ela demonstra,

Pela maravilha de ter nascido,

Reconhece nela a perfeição,

Um presente por Deus oferecido.

 

Poucos são os que têm compreendido

O valor que possui uma mulher,

Que merece o beijo e a carícia,

Pro poeta, rainha ela é!

Conhece as vias do coração

Entra e sai dessas vias quando quer.

6

 

Tem ternura, coragem, muita fé,

É o esboço da própria alegria

Ao enfrentar a jornada de trabalho

Cansativa durante o dia-a-dia

Muitas vezes sem dispor de conforto

E também de uma boa companhia.

 

Uma filha é um sol que irradia,

A esposa tem um brilho constante,

A mãe é a divina protetora,

A mulher nos conduz a todo instante:

Tia, madrinha, sogra e avó,

Pra quem ama elas são muito importantes.

 

Nos caminhos da vida vou adiante

E bem antes que chegue o meu fim

Quero viver todos os desafios,

Saber enfrentar o tempo ruim,

Mas quero lutar, viver, ser feliz

Com mulheres sempre perto de mim.

7

 

Sei que viver sozinho é tão ruim,

É como um presídio, como uma cela.

Palácios, riquezas perdem o valor

Se não há carinhos d'uma donzela,

Difícil de existir um só vivente

Que não dá valor aos encantos dela.

 

Só mesmo a mulher que nos revela

Os valores que há em nosso lar,

Transforma cama fria, noites longas

Num calor que só faz nos alegrar;

É alento, gestora da família

Que como ninguém sabe educar.

 

A mulher, o mundo vai conquistar!

E eu quero ser a sua companhia

Para aprender e também partilhar

A prosperidade e harmonia,

A mulher é essência de nossas vidas,

Sem mulher nossa vida o que seria?

8

FIM

 

Editoração e revisão: Francisco Diniz

 

Armando Fernandes da Costa

E-mail: armando_fernandes32@hotmail.com

 

Visite o nosso site na internet:

www.projetocordel.com.br